safado-filosofo: Eae man! Tens snap? Se tiver me add lá: theustsss

Foi mals, uso apenas o tumblr e o facebook e mais nada pra me comunicar. Nem celular eu uso…

Olá pai,
eu nunca te escrevi nada,
devo ter dito algo em algum lugar pra alguém
devo ter jogado uma frase ou dado uma resposta curta sobre você, e sempre foi isso, poucas linhas, muitas virgulas. Hoje resolvi dizer tudo. Te via sair cedo e voltar tarde, todo dia, e minha mãe sempre dizia que era necessário, no almoço seu lugar na mesa estava sempre vazio, e eu me sentia como o seu lugar na mesa. Lembro de vê-lo chegar tarde, você parecia aborrecido, hoje eu entendo os problemas da vida, sei o que é se sentir frustrado quando algo dá errado, mas tudo era novo pra mim, e foi nessa noite que te ouvi dizer que não tinha tempo pra perder comigo. Algo mudou, e você não percebeu, nunca conseguiu enxergar o quanto perdia tentando ganhar. Os anos se passaram, aniversários, natais, formaturas, e você raramente aparecia com sua camisa amassada e gravata no ombro. O ódio crescia dentro de mim, por quase uma década eu senti sua falta. Aos dezoito nada importava mais, eu estava saindo da sua casa porque era agoniante ver um estranho entrando e saindo do lugar onde eu morava sem nem saber quem eu era. Você estava velho quando te vi da última vez, achei patético ver meu super-herói tão fraco se escondendo atracado atrás dos olhos claros que não viam nada além de escuridão. Você era a figura exata e decadente de um fracasso que espero não conhecer. No final das contas você tinha o que quis, e espero que consiga comprar um novo filho, uma nova vida, amigos de verdade, momentos realmente felizes, desejo que um dia você saiba como é ser valorizado por pessoas que deveriam te amar.

Sean Wilhelm. (via seanwilhelm)

(Fonte: seanwilhelm, via seanwilhelm)